sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013


MULHER, VOCÊ PODE MUDAR O CURSO DA HISTÓRIA.
ESTER capítulos de 1 a 10

  1. A RAINHA VASTI
A)    Uma mulher de personalidade forte
B)    Uma mulher independente
C)    Uma mulher que sabia exatamente o significado da palavrasubmissão
D)    Uma mulher que não temeu opor-se às vontades do rei, seu marido. Assuero, o rei, queria que Vastí a sua rainha, viesse ter com ele, vestida de coroa real, para ser apresentada ou exibida aos convidados embriagados do rei, como se fosse um troféu de rara beleza.
E)     Em meio a uma cena desagradável, ela teve a coragem de dizer não ao que estava flagrantemente errado e, ao resistir a esse ato ofensivo à sua dignidade, ela se opôs ao maior poder no seu universo.
F)     A oposição de Vastí provocou a ira e indignação do rei, que embriagado e sem saber que atitude tomar, convoca os seus conselheiros, os seus sábios, isto é, os sete príncipes que faziam parte da corte dos medos e dos persas.
G)    Estes conselheiros possivelmente homens que tivessem problema de relacionamento com as suas esposas e que não sabiam como contorná-los, apoiaram a proposta de um deles que dizia que Vastí deveria ser destronada e o seu reinado ser dado à outra melhor do que ela.
H)    Sugeriram também ao rei que este ato se tornasse uma lei e que fosse incluída na Lei irrevogável dos medos e dos persas. Assim, não o rei, mas todos os homens do reino de Assuero poderiam se beneficiar desta Lei.
I)       A História contemporânea relata que foi exatamente neste período que o rei Assuero resolveu conquistar a Grécia, e foi fragorosamente derrotado. É possível que tenha ido a guerra, para apagar a má impressão que deixou diante de seus súditos. No incidente com a rainha Vastí.
J)       As conseqüências destas séries de decisões erradas levaram o rei Assuero a uma profunda depressão e que saiu desta situação quando conheceu a candidata a sucessora de Vastí por nome Ester.

  1. A RAINHA ESTER:
A)    Seis características da coragem e sensibilidade que Ester demonstrou:
1) Modéstia, desinteressada e autenticidade - Ester 1.12-15.
2) Encantos e elegância graciosa – Ester 2.9.
3) Descrição e controle extraordinários – Ester 2.10.
4) Tinha um espírito sempre pronto a aprender – Ester 2.10,20.
5) Bondade e simpatia, apesar do ambiente que a cercava – Ester 2.15-17.
6) Respeito humilde pela autoridade – Ester 2.18,20.


     3. EXIGÊNCIAS FEITAS AS MOÇAS CANDIDATAS A RAINHA:
1.      A moça tinha que ser virgem – simbolizando a pureza
2.      A moça tinha que ter boa aparênciaapresentação exterior.
3.      A moça tinha que ser formosabeleza física
4.      A moça tinha que passar por um tratamento de beleza por 01 ano.
5.      Seis meses com óleo de mirra. E seis meses com especiarias, perfumes e ungüentos.Isto significa: esfregar, dar brilho, purificar e adornar.
6.      Tinham que estar belas e perfumadas, para que o rei se sentisse bem com as suas presenças.

     4. UM PROCEDIMENTO A SER SEGUIDO
1.      Em meio a um clima de competição, inveja, ciúmes e provocações externas, Ester soube se comportar e dar um bom exemplo às demais:
A)    Ela não escolheu estar ali. Ela não se candidatou. Era uma súdita do rei, e foi trazida, quem sabe, contra a sua vontade.
B)    As concorrentes de Ester, não perderam tempo. Dedicaram-se ao máximo, pois queriam ganhar o concurso a todo custo, tornando-se rainha da Pérsia.
C)    Elas fizeram uso de todas as armas, usaram todos os truques.
D)    Ester, porém, ficou na sua posição. Não se envolveu no clima da disputa. Não se deixou contaminar pelo ambiente. Permaneceu fiel aos ensinamentos de seu primo Mordecai.
E)     Talvez Ester fosse a candidata que mais motivo tivesse para se empenhar naquela disputa desenfreada.
F)     Ela era de uma nação que sofria descriminação naquele reino.
G)    Ela era órfã de Pai e Mãe.
H)    Ester preferiu não perder a sua simplicidade e modéstia, sendo amável com todos.
I)       Com esta atitude sincera, Ester conseguiu a simpatia de todos, inclusive de Hegai, o eunuco responsável por elas.
J)       Ester ganhou um aposento privilegiado. Ganhou também damas de companhia.
K)    Mas, nada disso fez Ester perder a cabeça. Ela se manteve na sua posição.
L)     Ester não deixou que o favoritismo subisse a sua cabeça. Manteve-se humilde
M)   Resultados estas foram às armas que Ester usou e que fizeram-na vencedora naquele grande concurso, onde segundo o historiador Josefo tinha 400 moças participando.
N)    Ester conquistou a simpatia de todos e o coração do rei. Como mulher sábia, mudou por completo o caráter do rei, que passou a ser respeitado não pelo seu grande império, mas por sua maneira justa de reinar a partir do casamento com Ester.




Convite a Adoração
Salmos 95.1-6

Deus prova Abraão
Depois dessas coisas, pôs Deus Abraão à prova e lhe disse: Abraão! Este lhe respondeu: Eis-me aqui! Acrescentou Deus: Toma teu filho, teu único filho, Isaque, a quem amas, e vai-te à terra de Moriá; oferece-o ali em holocausto, sobre um dos montes, que eu te mostrarei. Levantou-se, pois, Abraão de madrugada e, tendo preparado o seu jumento, tomou consigo dois dos seus servos e a Isaque, seu filho; rachou lenha para o holocausto e foi para o lugar que Deus lhe havia indicado. Ao terceiro dia, erguendo Abraão os olhos, viu o lugar de longe. Então, disse a seus servos: Esperai aqui, com o jumento; eu e o rapaz iremos até lá e, havendo adorado, voltaremos para junto de vós. Tomou Abraão a lenha do holocausto e a colocou sobre Isaque, seu filho; ele, porém, levava nas mãos o fogo e o cutelo. Assim, caminhavam ambos juntos. Quando Isaque disse a Abraão, seu pai: Meu pai! Respondeu Abraão: Eis-me aqui, meu filho! Perguntou-lhe Isaque: Eis o fogo e a lenha, mas onde está o cordeiro para o holocausto? Respondeu Abraão: Deus proverá para si, meu filho, o cordeiro para o holocausto; e seguiam ambos juntos. Gênesis 22.1-8
As aflições e a paciência de Jó
Sucedeu um dia, em que seus filhos e suas filhas comiam e bebiam vinho na casa do irmão primogênito, que veio um mensageiro a Jó e lhe disse: Os bois lavravam, e as jumentas pasciam junto a eles; de repente, deram sobre eles os sabeus, e os levaram, e mataram aos servos a fio de espada; só eu escapei, para trazer-te a nova. Falava este ainda quando veio outro e disse: Fogo de Deus caiu do céu, e queimou as ovelhas e os servos, e os consumiu; só eu escapei, para trazer-te a nova. Falava este ainda quando veio outro e disse: Dividiram-se os caldeus em três bandos, deram sobre os camelos, os levaram e mataram aos servos a fio de espada; só eu escapei, para trazer-te a nova. Também este falava ainda quando veio outro e disse: Estando teus filhos e tuas filhas comendo e bebendo vinho, em casa do irmão primogênito, eis que se levantou grande vento do lado do deserto e deu nos quatro cantos da casa, a qual caiu sobre eles, e morreram; só eu escapei, para trazer-te a nova. Então, Jó se levantou, rasgou o seu manto, rapou a cabeça e lançou-se em terra e adorou; e disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o Senhor o deu e o Senhor o tomou; bendito seja o nome do Senhor! Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma. Jó 1. 13-22

A Superação de Habacuque
Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação. Jeová, o Senhor, é minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas. Habacuque 3.17-19

Adorar e Servir: Somente a Deus
Novamente, o transportou o diabo a um monte muito alto; e mostrou-lhe todos os reinos do mundo e a glória deles. E disse-lhe: Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares. Então, disse-lhe Jesus: Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor, teu Deus, adorarás e só a ele servirás. Então, o diabo o deixou; e, eis que chegaram os anjos e o serviram. Mateus 4.8-11

Adorando em espírito e em verdade
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. João 4.23,24

Introdução:
Muitos pensam que Deus exige ser adorado, porque precisa massagear o seu ego. Estes estão equivocados. Deus n´é e será sempre Deus. Sendo adorado ou não. Ele existe e existiu sempre por si mesmo. A nossa adoração não o faz mais ou menos Deus. O Deus Vive e verdadeiro, deve ser adorado por verdadeiros adoradores, que irão adorá-lo de verdade. E em espírito, porque quem adora em espírito entende o verdadeiro propósito da adoração. Para mim, adorar é reconhecer a grandeza de Deus e o seu grande e imenso amor em nosso favor. O verdadeiro adorador já percebeu que é nos momentos mais difíceis da vida, em meio as piores crises existenciais é que está a grande oportunidade de se adorar a Deus. O homem é por natureza murmurador e a adoração é um antídoto contra a murmuração. Quem adora não murmura. E quem murmura não adora. Quem adora em espírito e em verdade, Deus o acha e faz morada nele. Quem murmura, Deus o destrói e não chega a lugar nenhum. Quem adora adentra  a sala do trono e fica na presença de Deus. Quem adora recebe a vitória. Quem murmura é só frustração. É melhor adorar.
I – Os verdadeiros adoradores adoram:
  1. Somente ao Senhor – Daniel 3.14-18;Mateus 4.8-11; AP 19.10
  2. Em espírito e em verdade João 4.23,24
  3. Com espontaneidade. Sente no coração este desejo, esta vontade.
  4. Com o coração: quebrantado e contrito; cheio de amor; agradecido; cheio de alegria e sem esperar receber coisa alguma.
II – O verdadeiro adorador adora em qualquer:
  1. Lugar: em casa, no trabalho, no hospital, no palácio, na prisão etc.
  2. Ocasião: Festa, velório; dia ou noite.
  3. Circunstancia: Na prova ou na bonança, na alegria ou na tristeza, na saúde ou na dor, na pobreza ou na riqueza. Habacuque
III – O verdadeiro adorador deve agradar a Deus, à maneira de Deus:
  1. Deus não recebe adoração de coração turbado, e nem de lábios impuros.
  2. Deus espera que seus adoradores, ao aparecer perante Ele, não o façam de mãos vazias. Deus quer receber presentes.
IV - O presente que Deus quer na adoração:
  1. O primeiro presente que Deus quer, é o próprio adorador. Sou eu. É você.
  2. Deus quer também o nosso melhor.
  3. Deus quer o que de mais precioso nós temos
  4. Deus quer o que é mais importante para nós
  5. Deus quer aquilo que tem o maior valor para nós.
V – Procurando os verdadeiros adoradores. João 4.23,24
  1. Abel – Ofertou a Deus  o melhor do seu rebanho
  2. Abraão – Ofertou a Deus o filho que muito amava – Isaque. Gênesis 22.1-8
  3. 3. Eliezer – Prostrou-se diante de Deus por ter lhe dado um bom encontro. Gn 24.48
  4. Jó – Ao receber a notícia da perda de seus bens e da morte de seus filhos, não murmurou, não reclamou, mas adorou ao Senhor. Jó 1. 13-22
  5. Davi – Adorou ao Senhor que se lembrou dele o lhe deu um trono eterno.
  6. Jeosafá– Adorou o Senhor ao ser encorajado pelo profeta Jaaziel -              2 Cr 20.17,18
  7. Habacuque – Adorou ao Senhor em meio a uma grande crise – Hb 3.17-19
  8. Os magos - Onde está o recém-nascido Rei dos judeus? Porque vimos a sua estrela no Oriente e viemos para adorá-lo. Mateus 2.2
  9. A mulher pecadora. Adorou ao Senhor Jesus, ungindo e beijando os seus pés. Lucas 7.36-46
  10. A mulher sírio fenícia – Prostrou-se aos pés de Jesus e o adorou, dizendo. Senhor socorre-me.
  11. Um dos dez leprosos – Prostrou-se aos pés de Jesus para agradecê-lo.  Lucas 17.15-17

 Pr José Mário da Silva

 

Ainda há Semente. Lançai-a
 (Tema da Comadec de 1978)

Há ainda semente no celeiro? Nem a videira, nem a figueira, nem a romeira, nem a oliveira têm dado os seus frutos; mas desde este dia vos abençoarei. Ageu 2.19
  1. Os ensinamentos de Jesus sobre a Parábola do Semeador. Lucas 8.4-10;11-15
    1. A semente é a palavra de Deus;
    2. Os que estão junto do caminho, estes são os que ouvem; depois, vem o diabo e tira-lhes do coração a palavra, para que se não salvem, crendo;
    3. Os que estão sobre pedra, estes são os que, ouvindo a palavra, a recebem com alegria, mas, como não têm raiz, apenas crêem por algum tempo e, no tempo da tentação, se desviam;
    4. A que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram, e, indo por diante, são sufocados com os cuidados, e riquezas, e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição;
    5. A que caiu em boa terra, esses são os que, ouvindo a palavra, a conservam num coração honesto e bom e dão fruto com perseverança.
    6. Somente nascem de novo, aqueles que foram novamente gerados pela Palavra de Deus.  Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre. 1 Pedro 1.23
    7. Por isso o apóstolo João afirma que estes não pecam: Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus. 1 João 3.9
  2. Os ensinamentos de Jesus sobre a Parábola do Trigo e do Joio.           Mateus 13.24-30; 36-43
    1. O que semeia a boa semente é o Filho do Homem,
    2. O campo é o mundo,
    3. A boa semente são os filhos do Reino,
    4. E o joio são os filhos do Maligno.
    5. O inimigo que o semeou é o diabo;
    6. E a ceifa é o fim do mundo; e os ceifeiros são os anjos.
    7. Assim como o joio é colhido e queimado no fogo, assim será na consumação deste mundo. Mandará o Filho do Homem os seus anjos, e eles colherão do seu Reino tudo o que causa escândalo e os que cometem iniqüidade. E lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali, haverá pranto e ranger de dentes. Então, os justos resplandecerão como o sol, no Reino de seu Pai. Quem tem ouvidos para ouvir, que ouça.
  3. Que mensagem podemos extrair da:
    1. Videira: Jesus é a videira verdadeira – João 15.1,2
    2. Figueira: Simboliza Israel – o relógio de Deus para as nações
    3. Romeira: Serviço do Sacerdote – o som das campainhas – o sacerdote estava vivo. Êxodo 28.31-35; 39.22-26 As romãs nos lembram os dons ministeriais 1 Coríntios 12.8-10
    4. Oliveira: Lembra-nos o processo do azeite – unção: capacitação
  4. Não podemos deixar de laçar a semente por que:
    1. Enquanto a terra durar, sementeira e sega, e frio e calor, e verão e inverno, e dia e noite, não cessarão. Gênesis 8.22
    2. É Deus quem dá a semente: Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; 2 Coríntios 9.10
    3. Precisamos que ela prospere: Pela manhã semeia a tua semente, e à tarde não retires a tua mão, porque tu não sabes qual prosperará, se esta, se aquela, ou se ambas serão igualmente boas. Eclesiastes 11.6
    4. Mesmo andando e chorando voltaremos com alegria: Aquele que leva a preciosa semente, andando e chorando, voltará, sem dúvida, com alegria, trazendo consigo os seus molhos. Salmos 126.6
Promessa de Deus para o seu Povo
Porque a semente prosperará, a vide dará o seu fruto, e a terra dará a sua novidade, e os céus darão o seu orvalho; e farei que o resto deste povo herde tudo isto. Zacarias 8.12
Culto de Doutrina na Assembléia de Deus de Caetés em 10/11/2009

Pastor José Mario da Silva


Tempo de Quebrantamento
II Crônicas 7.14
“E se o meu povo que se chama pelo meu nome...” (Povo de Deus)
1. SE...Condicional de Deus aplicada a todos independentemente do grau de intimidade que possa ter com Deus ou não.
- Se dois de vós concordar...
- Se vós estiverdes em mim e as minhas palavras estiverem em vós... João 15.7
2. O MEU POVO...
- Fala de propriedade particular
- Fala de posse; direito adquirido. I Pedro 2.9,10
3. QUE SE CHAMA PELO MEU NOME...
- Fala de nossa identificação com Cristo
- Fala de compromisso; daquilo que somos em Cristo. Efésios 1.3-5
4. Se humilhar = humilhação – Tiago 4.10
. É descer na presença de Deus; descer do pedestal, da posição de destaque. É reconhecer a sua pequenez.
            Reconhecer que é pecador e que Deus é perdoador.
            Reconhecer que Deus é tudo e que não somos nada
            Reconhecer que Deus pode tudo e nós nada podemos.
            Reconhecer que Deus é o grande Eu sou e nós nada somos
            Reconhecer que precisa de Deus em tudo(dependência total de Deus)
            “Deus resiste aos soberbos, dá, porém  graça aos humildes” Tiago 4.6
5. E Orar = oração Salmos 51.1,10-13
É reconhecer que somos dependentes de Deus. Precisamos Dele.
É reconhecer a necessidade de mudança.
            É falar com Deus, que atenta para os humildes. Por isso o primeiro passo e humilhar-se.
            É pedir a Deus em conformidade com a sua Palavra, crendo que irá receber.
            É o meio pelo qual podemos nos comunicar com Deus.
6. E Buscar a minha face. Gênesis 17.1
É buscar a presença de Deus e andar nela. Abraão-13 anos fora da presença de Deus.
            A oração sincera e baseada na palavra de Deus nos coloca na presença de Deus.
            Entramos no santo dos santos através do novo e vivo caminho que é Jesus Cristo.
            Buscar a face do Senhor é também buscar a glória de Deus para Deus. Isto é, o motivo de minha oração ao ser alcançado tem que resultar em louvor e glória a Deus.
7. E se converter dos seus maus caminhos
É viver de modo a agradar a Deus, como vivia o patriarca
É viver em novidade de vida e não em caminhos mausProvérbios 14.12
            Em nosso dia a dia nós vemos que:
            . Fogões – são convertidos de gás engarrafado para gás de rua ou vice-versa.
            . Carros são convertidos de gasolina para GN
            . Dinheiro – são convertidos de real para dólar ou vice-versa, e etc.
            Na conversão o que era original deu lugar a uma outra coisa
            Quando alguém se converte ao islamismo, ele se torna um mulçumano. Muda de nome, recebe um nome árabe e passa a viver de acordo com a Lei do Alcorão.
            Quando alguém se converte ao judaísmo, deverá viver segundo a Lei de Moisés
            Mas quando alguém se converte ao Senhor Jesus, deverá viver a partir de então em novidade de vida. Jesus perdoou os pecados, escreveu o nome no livro da vida e fez deste alguém, uma nova criatura.
            Quando alguém se converte de seus maus caminhos, ele muda para uma direção oposta. Sua vida dá uma guinada de 180 graus. Isto é uma manobra radical.
            Os maus caminhos o levavam para a perdição, para a morte e para o inferno. São os caminhos que aos homens parecem ser direito, mas o fim dele, são caminhos de morte.
            Os bons caminhos levam as pessoas a trilhar o caminho do bem.
            O bom caminho conduz a vida e ao céu.
             É a conversão da criatura ao criador. A criatura deixa de ser perdida para ser santa
            Deixa de ser uma velha criatura, para ser uma nova criatura.
            Torna-se um cristão, recebe um novo nome e vive de acordo com a palavra de Deus.
8.  ENTÃO EU OUVIREI DOS CÉUS...
- Deus decide ouvir. Jeremias 29.11-14a
9. PERDOAREI OS SEUS PECADOS.
- Ação voluntária de Deus em perdoar os pecados. Joel 2.13,14
10. SARAREI A SUA TERRA
- Ato voluntário de Deus de sarar, curar.

            Conclusão:
Quando o homem da estes quatro passos, Deus muda de atitude em relação a ele.
Antes Deus não podia ouvi-lo, porque: “Eis que a mão do senhor não está encolhida para que não possa salvar; nem o seu ouvido agravado, para n ao poder ouvir. Mas as vossas iniquidades fazem divisão entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que não vos ouça”. Is 59.1,2. Mas agora Ele pode nos ouvir, nos perdoar e sarar a nossa terra, ou nossa possessão (nossos bens materiais- restituir). Isto é: Ele pode nos restaurar totalmente.      

Pr .José Mário da Silva




Temos As Marcas de Cristo?

A Pessoa de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo, bem como a sua Vida aqui na terra, produziram e ainda hoje produzem, marcas profundas e inesquecíveis. Tal como um animal bovino que recebe uma marca impressa em um ferro em brasa, que seja identificado como propriedade particular, assim também acontece com quem se torna servo do Senhor Jesus. As marcas que recebemos são as atitudes e o caráter do Senhor Jesus que irão marcar nossas vidas para sempre. Dentre tantas marcas destacaremos algumas, tais como:
A marca do amor
A marca da renúncia
A marca do serviço
A marca da obediência
A marca da cruz
A marca da superação - autodeterminação
A marca da autodisciplina

A Marca da Autodisciplina (esmurrando o corpo)
Ora, tudo faço por causa do evangelho, para dele tornar-me co-participante.
Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só é que recebe o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis.
E todo aquele que luta, exerce domínio próprio em todas as coisas; ora, eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós, porém, uma incorruptível.
Pois eu assim corro, não como indeciso; assim combato, não como batendo no ar.  Antes subjugo o meu corpo, e o reduzo à submissão, para que, depois de pregar a outros, eu mesmo não venha a ficar reprovado. 1 Coríntios 9. 23-27
Comentário:
Paulo traça um paralelo entre o atleta que quer conseguir uma medalha ou coroa, com  o crente que quer chegar ao céu. O atleta passa a ter um único objetivo na vida, o pódio. Para isto ele precisará treinar muito e se superar a cada dia. Ele não poderá viver uma vida de conformismo. Mas terá que melhorar o seu desempenho a cada dia. Para isto o atleta terá que vencer uma luta interior contra as paixões da carne e as fraquezas. Ele terá também que exercer um controle rigoroso sobre si mesmo. Todo o atleta em tudo se domina. Ele treina exaustivamente e diligentemente e se submete até mesmo a certos sacrifícios com o propósito de conquistar o premio. Não é diferente com o crente que almeja chegar as mansões celestiais. Ele também terá que se auto disciplinar e exercer um rígido controle sobre si mesmo a fim de agradar aquele que o alistou.
Em se tratando de manter nosso corpo em disciplina, sob controle, não podemos deixar de falar sobre a falta de controle, que as vezes temos no falar. Não medimos as palavras e as vezes falamos de mais e fora do tempo. Esquecemos que há o tempo de ficar calado. Por causa disto, acabamos por magoar e entristecer muitas pessoas, até mesmo aquelas que estão bem próximas de nós.O apóstolo Paulo, dizia: E isto digo conhecendo o tempo...É importante que o crente conheça o tempo e o momento que está vivendo. Outra questão também é que não podemos nos esquecer de que precisamos impor limites em todas as áreas da nossa vida.  Há ainda a questão das Redes Sociais, como Orkut, Facebook, Twiter, etc. Neste caso muitos membros da Igreja não estão colocando nenhum tipo de limite. Pelo contrário, estão se expondo vergonhosamente, abrindo mão de suas privacidades. Isto tem denegrido não só a imagem deles como também a imagem da própria igreja. Precisamos tomar atitudes sérias om relação a este comportamento que  tem sido muito prejudicial a todos.

A Marca da Renúncia
Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, (ou renuncie-se a si mesmo) tome a sua cruz, e siga-me; pois, quem quiser salvar a sua vida por amor de mim perdê-la-á; mas quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á. Pois que aproveita ao homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua vida? ou que dará o homem em troca da sua vida? Porque o Filho do homem há de vir na glória de seu Pai, com os seus anjos; e então retribuirá a cada um segundo as suas obras. Mateus 16.24-27
Comentários:
Renunciar é abrir mão de pessoas e ou coisas que nos pertence de fato e de direito. Isto posto, iremos entender que o ser humano convive com muitas dificuldades. Entretanto, quero enumerar duas delas: Primeiro, temos dificuldade em perdoar. Para nós perdoar é sair no prejuízo, é ficar na pior. Segundo, temos a dificuldade de renunciar, abrir mão. Isto porque a nossa mente está treinada e cauterizada para só ganhar e obter vantagens. Não queremos perder nunca e nem queremos abrir mão de nada. Somos egoístas por natureza. Não importa a situação que o meu próximo esteja vivendo, se está sofrendo, se está triste, se está com fome ou em fase terminal. Eu estou bem e é isto que importa. E ainda temos a cara de pau de dizer: cada um com o seu cada um. Mas não foi isto que o nosso Mestre Jesus Cristo nos ensinou. O seu ensinamento é que nos amássemos uns aos outros e ao nosso próximo como a nós mesmo. Ai então seríamos identificados como seus  discípulos, se nos amássemos uns aos outros.
Neste texto de Mateus 16, Jesus nos adverte quanto esta duas questões: Quem quiser salvar. Quem não quiser abrir mão. Quem não quiser ter prejuízo, acabará perdendo tudo. Acabará ficando na pior. Isto vem de encontro  às palavras de Salomão que diz: Lança o seu pão sobre as águas e depois de muitos dias o acharás. Em outras palavras: renuncie ao seu pão hoje, abra mão dele agora e depois de muitos dias, ou seja, na sua velhice terá pão em abundância. Em um primeiro momento parece que você esta perdendo por abrir mão. Mas no segundo momento você verá o resultado fantástico de tudo isto. O Próprio Senhor Jesus é o nosso maior exemplo disto. Ele abriu mão da sua glória, do seu poder, da sua majestade e da sua própria vida. Mas depois recuperou tudo, ao ressuscitar ao  terceiro dia. Todo o poder é me dado no céu e na terra. Olhemos para a galeria dos heróis da fé e vamos ver quantos deles abriram mão de alguma coisa ou de alguém e depois recuperou muito mais:
Abraão teve que abrir mão de sua terra da sua parentela e da casa de seu pai. Tornou-se pai de uma multidão e o nosso pai na fé
Abraão ainda abriu mão de muitas outras coisas. Do direito de escolha entre ele e seu sobrinho Ló. Do despojo de guerra dos reis de Sodoma. De sua esposa Sara e de seu filho Isaque. Mas recuperou tudo e se tornou amigo de Deus e exemplo para todos nós, prosperando em tudo.
Joquebede abriu mão do seu filho colocando-o em uma arca dentro do Rio Nilo, mas no mesmo dia o recuperou, porque confiou no Senhor.
Moisés abriu mão do direito de ser chamado de filho da filha de Faraó, para se tornar o grande legislador do povo de Deus. O homem com que o Senhor falava boca a boca.
Ana abriu mão de Samuel dando-o a Deus para ser seu sacerdote. Deus a devolveu outros filhos.
Ester abriu mão de sua vida e de sua coroa para salvar o seu povo. Tornou-se amada do povo e honrada pelo rei.
O agricultor precisa abrir mão da preciosa semente para ter o que colher mais tarde. Mas a questão é que é a preciosa semente. Ou seja a última semente. Se ele comer a semente, não terá colheita lá na frente. Ele precisa optar. E Jesus ainda ajuda dizendo: Se o grão de trigo caindo na terra não morrer, fica ele só. Mas se morrer este dá muito fruto. O agricultor decide então plantar a sua última semente, a preciosa semente, já um pouco tarde. Passou o período das chuvas e agora só tem uma forma de regar a semente. Andando e chorando. Andando e chorando, mas na certeza que voltará sem dúvidas, trazendo com sigo os seus molhos. Também eu e você, nós precisamos abrir mão da nossa segurança, da nossa felicidade, dos nossos sonhos, da nossa vontade, para que em Cristo possamos recuperar tudo e muito mais. Devemos abrir mãos de tudo, só não podemos abrir mão de Jesus, da sua Palavra, do seu Santo Espírito, da nossa fé, da nossa esperança e do nosso amor para com Ele

A Marca da Cruz (O castigo que nos traz a paz)
Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a na fé no filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Gálatas 2.20
Comentários:
A Cruz era o destino de toda a humanidade. Todos pecaram e destituídos ficaram da glória de Deus. O salário deste pecado, a Bíblia vai dizer que é a morte e morte de cruz. Deus então cria a Doutrina da substituição, para poder enviar o seu filho Unigênito para morrer na cruz\ em nosso lugar. Mas não podemos nos esquecer que aquele lugar era meu e seu. Era nosso. Mas como podemos estar crucificados com Cristo? Crucificando o nosso eu.

A Marca do Sacrifício.
Jesus não só é o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo. Ele é também o Sacrifício que agrada a Deus. O nosso holocausto. Assim como Isaque e a filha de Jefté foram o sacrifício, eu e você temos que ser o sacrifício também.

A Marca da Superação
Então foi Jesus com eles a um lugar chamado Getsêmane, e disse aos discípulos: Sentai-vos aqui, enquanto eu vou ali orar. E levando consigo Pedro e os dois filhos de Zebedeu, começou a entristecer-se e a angustiar-se. Então lhes disse: A minha alma está triste até a morte; ficai aqui e vigiai comigo. E adiantando-se um pouco, prostrou-se com o rosto em terra e orou, dizendo: Meu Pai, se é possível, passa de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. Voltando para os discípulos, achou-os dormindo; e disse a Pedro: Assim nem uma hora pudestes vigiar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca. Retirando-se mais uma vez, orou, dizendo: Pai meu, se este cálice não pode passar sem que eu o beba, faça-se a tua vontade. E, voltando outra vez, achou-os dormindo, porque seus olhos estavam carregados. Deixando-os novamente, foi orar terceira vez, repetindo as mesmas palavras. Então voltou para os discípulos e disse-lhes: Dormi agora e descansai. Eis que é chegada a hora, e o Filho do homem está sendo entregue nas mãos dos pecadores. Levantai-vos, vamo-nos; eis que é chegado aquele que me trai. Mateus 26.36-46
Comentários:
Jesus é o nosso maior exemplo de superação. Ele superou o Getsêmane. Ele superou os açoites e interrogatórios. Ele superou a via crucis. Ele superou as afrontas e zombarias. Ele superou a cruz, o Calvário. Ele superou a traição. Ele superou a morte e ao terceiro dia ressuscitou. Amém.
O Apóstolo Paulo é outro exemplo de superação
FILIPENSES 3
 Exortação a guardar-se cada um dos obreiros maus e a cultivar todos os frutos do Espírito (até 4:9) 
Para ver se de algum modo posso chegar à ressurreição dentre os mortos. Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas vou prosseguindo, para ver se poderei alcançar aquilo para o que fui também alcançado por Cristo Jesus. Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão adiante, prossigo para o alvo pelo prêmio da vocação celestial de Deus em Cristo Jesus. Filipenses 3.11-14