quarta-feira, 15 de março de 2017

Pastores nas Mãos de Deus

Pastores nas Mãos de Deus
12 E virei-me para ver quem falava comigo. E, virando-me, vi sete castiçais de ouro; 13 E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro. 14 E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, como a neve, e os seus olhos como chama de fogo; 15 E os seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, e a sua voz como a voz de muitas águas. 16 E ele tinha na sua destra sete estrelas; e da sua boca saía uma aguda espada de dois fios; e o seu rosto era como o sol, quando na sua força resplandece. 17 E eu, quando o vi, caí a seus pés como morto; e ele pôs sobre mim a sua destra, dizendo-me: Não temas; Eu sou o primeiro e o último; 18 E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno. 19 Escreve as coisas que tens visto, e as que são, e as que depois destas hão de acontecer; 20 O mistério das sete estrelas, que viste na minha destra, e dos sete castiçais de ouro. As sete estrelas são os anjos das sete igrejas, e os sete castiçais, que viste, são as sete igrejas. Apocalipse 1.12-20

É difícil para minha compreensão entender o seguinte: Sendo as setes estrelas os anjos das sete igrejas  e todos eles estavam nas mãos poderosas de Jesus.  Sendo os sete castiçais de ouro, as sete igrejas e o Senhor Jesus estava no meio delas, como alguns desses anjos das igrejas tiveram procedimentos reprováveis pelo próprio Senhor Jesus? Penso que o fato das igrejas ser de ouro e o ouro representa a glória de Deus, espera-se de cada anjo da Igreja, leve a igreja na qual é o responsável  a glorificar a Deus em toda a sua maneira de viver. Mas alguns falharam nesta missão e foram repreendidos pelo Senhor Jesus. Chama-me a atenção o fato do Senhor Jesus repreender o anjo da igreja e não a igreja. Isto é forte. È para se pensar com grande temor. Quem Deus chamou e colocou a frente de um rebanho é o responsável direto do rebanho. É este pastor que dará conta do rebanho, da igreja que está sob sua tutela.
Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver. Obedecei a vossos pastores, e sujeitai-vos a eles; porque velam por vossas almas, como aqueles que hão de dar conta delas; para que o façam com alegria e não gemendo, porque isso não vos seria útil. Hebreus 13:7,17
Meditemos, pois nas observações contidas nas cartas que o Senhor Jesus enviou a cada um desses sete  anjos das igrejas (Pastores de Igrejas) e tiremos lições para nossas vidas. O Senhor Jesus vai se comunicar com todos os setes anjos da mesma forma, através de cartas. Isto prova mais uma vez que o nosso Deus não é de confusão, e que MESMO AS Estrelas que estão nas mãos de Jesus isto é: Anjos das Igrejas ou Pastores de Igrejas também cometem erros.



Vejamos com muito temor e tremor as Atitudes desses anjos das igrejas (Pastores)

Ao Pastor da Igreja de Éfeso
Escreve ao anjo da igreja de Éfeso: Isto diz aquele que tem na sua destra as sete estrelas, que anda no meio dos sete castiçais de ouro: Conheço as tuas obras, e o teu trabalho, e a tua paciência, e que não podes sofrer os maus; e puseste à prova os que dizem ser apóstolos, e o não são, e tu os achaste mentirosos. E sofreste, e tens paciência; e trabalhaste pelo meu nome, e não te cansaste. Tenho, porém, contra ti que deixaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei, e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres. Tens, porém, isto: que odeias as obras dos nicolaítas, as quais eu também odeio. Apocalipse 2:1-6

A Observação do Senhor Jesus ao Pastor da Igreja de Éfeso é que ele havia deixado o primeiro amor. Por causa disto começou a haver um declínio espiritual na Igreja. Quando abandonamos o primeiro amor damos brecha para a soberba entrar em nossos corações. Passamos a falar somente com quem é importante, porque nos sentimos importantes também. A prioridade é para quem tem família influente e quem tem dízimos altos. Passamos a fazer acepção de pessoas e Deus não quer que tenhamos este tipo de conduta. Isto é vergonhoso. Isto é acintoso. Este deixar o primeiro amor é deixar de evangelizar, de fazer visitas, de aconselhar, de acompanhar um novo convertido e outras atividades mais. Quando deixamos de praticar estas coisas, deixamos o primeiro amor. Isto é uma queda, um vacilo que deve ser reparado imediatamente. A ordem do Senhor é meia volta volver, ou seja arrependamo-nos e voltemos a pratica do primeiro amor, tratando todos com amor e atenção.

Ao Pastor da Igreja de Esmirna
8 E ao anjo da igreja em Esmirna, escreve: Isto diz o primeiro e o último, que foi morto, e reviveu: Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.  Nada temas das coisas que hás de padecer. Eis que o diabo lançará alguns de vós na prisão, para que sejais tentados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Apocalipse 2:8-10

Podemos comparar o pastor de Esmirna, como um pastor de igreja que não é aceito pela cidade onde ele pastoreia pregando a verdade que é a Palavra de Deus. Os missionários suecos Gunnar Vingre e Daniel Berg e depois àqueles que iam se convertendo ao Senhor Jesus Cristo, enfrentaram este tipo de hostilidade. O motivo era que os moradores de Esmirna adoravam o Imperador  como Deus, prestando culto a ele. O Pastor e os membros da Igreja de Esmirna, não admitiam e nem praticavam tais coisas. Havia também na cidade uma influente colônia de judeus, que adoravam o Imperador com deus e contribuíam financeiramente para agradar ao Imperador e a comunidade. Estes judeus traidores denunciavam os cristãos de Esmirna porque eles só adoravam o verdadeiro Deus. Por isso eles terão que enfrentar uma tribulação de 10 dias ou dez anos. Foi uma perseguição cruel e para fugir dela os cristãos só tinham uma opção negar a fé em Jesus e adorar ao Imperador, coisa que eles não admitiam. Muitos deles foram aprisionados e outros mortos. Acredita-se que Policarpo, o discípulo do apóstolo João era o Pastor desta Igreja e por não negar a fé em Jesus Cristo ele foi queimado vivo, porque não negou a fé em Jesus. Ele deu o exemplo e com certeza a Igreja de Esmirna imitou o seu pastore. “7 Lembrai-vos dos vossos pastores, que vos falaram a palavra de Deus, a fé dos quais imitai, atentando para a sua maneira de viver.” Hebreus 13.7

Ao Pastor da Igreja de Pérgamo
E ao anjo da igreja que está em Pérgamo escreve: Isto diz aquele que tem a espada aguda de dois fios: Conheço as tuas obras, e onde habitas, que é onde está o trono de Satanás; e reténs o meu nome, e não negaste a minha fé, ainda nos dias de Antipas, minha fiel testemunha, o qual foi morto entre vós, onde Satanás habita. Mas algumas poucas coisas tenho contra ti, porque tens lá os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, para que comessem dos sacrifícios da idolatria, e fornicassem.
Assim tens também os que seguem a doutrina dos nicolaítas, o que eu odeio.
Arrepende-te, pois, quando não em breve virei a ti, e contra eles batalharei com a espada da minha boca.
Apocalipse 2:12-16

O pastor de Pérgamo afrouxou na Doutrina da Palavra de Deus, permitindo inclusive que doutrinas heréticas fossem ensinadas na igreja por falsos mestres.
9 Não vos deixeis levar em redor por doutrinas várias e estranhas, porque bom é que o coração se fortifique com graça, e não com alimentos que de nada aproveitaram aos que a eles se entregaram. Hebreus 13.9
A responsabilidade de doutrinar era dele, porém ele não dava importância a doutrina. Para ele qualquer um poderia doutrinar. A Doutrina na Igreja deve ser a Doutrina Bíblica ensinada com muito temor e tremor. Por negligência deste pastor surge naquela igreja, a doutrina ou ensinamentos de Balaão e também a Doutrina dos Nicolaítas. Ambas totalmente opostas aos ensinamentos da Palavra de Deus. É dever do Pastor da Igreja, não permitir tais ensinamentos heréticos e também corrigir de púlpito o que foi ensinado errado. As ovelhas precisam ingerir alimentos saudáveis e sólidos para se obter um bom desenvolvimento espiritual. O Pastor só pode ensinar e aceitar na igreja o evangelho genuíno de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Outro evangelho deve ser rejeitado.
Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema. Gálatas 1:8,9

Ao Pastor da Igreja de Tiatira
E ao anjo da igreja de Tiatira escreve: Isto diz o Filho de Deus, que tem seus olhos como chama de fogo, e os pés semelhantes ao latão reluzente: Eu conheço as tuas obras, e o teu amor, e o teu serviço, e a tua fé, e a tua paciência, e que as tuas últimas obras são mais do que as primeiras. Mas algumas poucas coisas tenho contra ti que deixas Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que forniquem e comam dos sacrifícios da idolatria. E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua fornicação; e não se arrependeu. Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras. E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. Mas eu vos digo a vós, e aos restantes que estão em Tiatira, a todos quantos não têm esta doutrina, e não conheceram, como dizem, as profundezas de Satanás, que outra carga vos não porei. Mas o que tendes, retende-o até que eu venha. Apocalipse 2:18-25

O Pastor de Tiatira cometeu alguns erros:
Foi tolerante com o pecado . Deixou esta mulher ensinar e a enganar quando a recomendação de Paulo era que:“A mulher aprenda em silêncio, com toda a sujeição. Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão”. 1 Timóteo 2:11-15
O Pastor de Tiatira  não repreendeu Jezabel e nem teve o cuidado de verificar se de fato ela era uma profetiza ou não. Ele não a colocou a prova, como fez o Pastor de Éfeso na situação que enfrentou.  Jezabel era daquelas pessoas que ensinam que não tem nada a ver comer uma galinha que está em um despacho na encruzilhada se não tiver nada para comer em casa. Qual o problema de comer uma pipoca oferecida a santos? Qual o problema de comer doces de Cosme e Damião? Para Deus a prática dessas coisas são comparadas a prática de impureza sexual : ( Prostituição – adultério e fornicação).
Em nossos dias temos visto muitas igrejas que foram formadas e administradas por mulheres que se diziam profetizas e que dominam a igreja com suas profecias, ditando as normas nessas igrejas. Quem vai ser o pastor, quem vai ser o regente do coral etc e tal. Tudo na nessas igrejas é direcionado por uma profecia e coitado de quem discordar. Vai ouvir uma profecia terrível tal como Deus vai ferir, vai colocar no leito. Estas profetizas esquecem que a própria Bíblia nos manda julgar as profecias. Não leva muito tempo e é um tal de casais se separarem e um ficar com o cônjuge do outro. Enquanto a Bíblia faz questão de mostrar que Débora, a juíza era mulher de Lapidote, muitas dessas não tem marido e outras são separadas. O final de tudo é que essas igrejas acabam se desfazendo e os seus membros ficando dispersos e frustrados sem saber o que fazer da vida e onde congregar. Mas louvamos a Deus pela vida das verdadeiras servas de Deus que receberam do Senhor Jesus o dom de Profecia e se deixam usar por Deus para edificação, consolação e exortação da Igreja de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Estas são mulheres casadas, submissas a Deus, a seus maridos e a seus pastores. Mulheres idôneas que quando Deus usa, pode escrever porque vai acontecer. Estas são de fato mulheres de Deus. Diferente de algumas que são insubmissas e dizem que o que fazem foi Deus que mandou, mas criando a maior confusão e o nosso Deus não é Deus de confusão. Algumas têm uma vida conjugal desordenada, e se julgam intocáveis, quem falar alguma coisa contra, vai morrer. Estas tais não tem nenhuma credibilidade.
No caso da Jezabel de Tiatira Deus a repreendeu e deu-lhe tempo para que se arrependesse, mas ela não atentou para a misericórdia de Deus. Não queria perder o status, não queria perder a proeminência. Porém  agora não há mais tempo,  a sentença já saiu dos lábios do Senhor e não será revogada.
Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras. E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. Apocalipse 2:22-23
Creio que Deus deu pastores as igrejas, porque pastor defende o rebanho que está sob os seus cuidados.

Ao Pastor da Igreja de Sardes
E ao anjo da igreja que está em Sardes escreve: Isto diz o que tem os sete espíritos de Deus, e as sete estrelas: Conheço as tuas obras, que tens nome de que vives, e estás morto. Sê vigilante, e confirma os restantes, que estavam para morrer; porque não achei as tuas obras perfeitas diante de Deus. Lembra-te, pois, do que tens recebido e ouvido, e guarda-o, e arrepende-te. E, se não vigiares, virei sobre ti como um ladrão, e não saberás a que hora sobre ti virei. Apocalipse 3:1-3
O Pastor de Sardes tinha nome de que vives, mas estava morto. Este era um pastor de propaganda enganosa. Ele era tão despercebido que sequer lembrava do que Deus tinha mostrado e falado com ele. Não guardou nada do que recebeu de Deus que por misericórdia estava dando um sacode nele para ver se ele se arrependia e voltasse a fazer o que é certo. Deus fala com este pastor para vigiar, lembrando a ele neste vigiar, o que já havia acontecido com a a Cidade de Sardes, quando foi conquistada pelo Rei Dario da Pérsia. A cidade só tinha uma entrada e ficava localizada em um desfiladeiro, um só homem era o suficiente para guarda-la. Dario mandou um soldado escalar o desfiladeiro e render o sentinela que estava dormindo ecom facilidade conquistou a cidade. Tudo porque quem devia estar vigiando estava dormindo. O pastor de Sardes não estava vigilante. O pastor de Sardo tinha nome de que vivia, porque era um Pastor moderno. Um pastor do nada a ver. Ele gostava de movimento da Igreja e promovia muitas festas, muitos programas, muita música, louvor e adoração; porém pouca oração, pouco jejum e uma pregação light, que não mexia com o pecado de ninguém. Enfim, era um Pastor eclético que procurava agradar a gregos e troianos. Na verdade agradava aos homens e por isso tinha fama de que estava viva. No entanto, desagradava a Deus e a Sua santa Palavra. Pregar contra o pecado e falar de santidade, nem pensar. O que nos causa espanto é que este pastor, não tem que combater heresias e nem é perseguido pelo Imperador. Tornou-se um Pastor que não incomodava o mundo nem Satanás. Sem dedicação a palavra, sem oração e sem jejum tornou-se um Pastorzão, Paizão e a Igreja sofrendo. Para o mundo eras um pastor ativo até demais, mas para Deus estava morto. É momento de refletirmos sobre o que Deus pensa de nós se estamos mortos ou vivos para Ele.

Ao Pastor da Igreja de Filadélfia
E ao anjo da igreja que está em Filadélfia escreve: Isto diz o que é santo, o que é verdadeiro, o que tem a chave de Davi; o que abre, e ninguém fecha; e fecha, e ninguém abre: Conheço as tuas obras; eis que diante de ti pus uma porta aberta, e ninguém a pode fechar; tendo pouca força, guardaste a minha palavra, e não negaste o meu nome. Eis que eu farei aos da sinagoga de Satanás, aos que se dizem judeus, e não são, mas mentem: eis que eu farei que venham, e adorem prostrados a teus pés, e saibam que eu te amo. Como guardaste a palavra da minha paciência, também eu te guardarei da hora da tentação que há de vir sobre todo o mundo, para tentar os que habitam na terra. Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. Apocalipse 3:7-11

Este pastor não tinha amigos influentes em sua comunidade. Não tinha muita força, mas isto não o impedia de ser ousado quando era confrontado com a sua fé. Tal qual o pastor de Esmirna, ele enfrentava a comunidade de falsos judeus, que viviam para os seus próprios interesses e queriam estar bem com a sociedade loca, mas se opunham, aos crentes de Filadélfia. Ele sofria as intrigas da oposição, ameaças de morte e de prisão, mas mesmo assim não abria mão da palavra de Deus. Era um homem íntegro, que não se vendia e nem vendia a igreja que pastoreava sabia que corria sérios perigos, mas decidiu em seu coração swer fiel até a morte. Ele sabia que tinha que guardar preservar o que tinha recebido, porque havia promessa de Deus para ele: A COROA DA VIDA

Ao Pastor da Igreja de Laodicéia
14 E ao anjo da igreja de Laodicéia escreve: Isto diz o Amém, a testemunha fiel e verdadeira, o princípio da criação de Deus: Conheço as tuas obras, que nem és frio nem quente; quem dera foras frio ou quente! Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Aconselho-te que de mim compres ouro provado no fogo, para que te enriqueças; e roupas brancas, para que te vistas, e não apareça a vergonha da tua nudez; e que unjas os teus olhos com colírio, para que vejas. Eu repreendo e castigo a todos quantos amo; sê pois zeloso, e arrepende-te. Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo.  Apocalipse 3:14-20
Este pastor pastoreava uma igreja rica, porém o problema não estava no fato da igreja ser rica. Deus opera tanto na igreja pobre quanto na igreja rica, depende tão somente das disposições dos corações em buscar a Deus e não da condição financeira. O problema é que este pastor se ensoberbeceu se e encheu de sí. Rico sou e de nada tenho falta. Eu sou o pastor que esta igreja precisa. Sou influente na sociedade tenho amigos nas diversas esferas da sociedade. Vou pastorear esta igreja, sem exigir santificação de ninguém. Aqui cada um pode servir a Deus do seu jeito. Não vou permitir regrar. Aqui é proibido proibir. Vou permitir cultos para todos os gostos e ninguém vai ficar aborrecido. Quem é do manto vai ter seu dia de manto. Quem é do Lual vai ter a sua noite de Lual (Culto a Noite na praia). A Igreja deste pastor tornou-se moderna, conhecida de todos. Ela na linguagem dos jovens de hoje, bombava. Este pastor achava que era um visionário, que estava além do seu tempo. Na verdade mantinha uma vida de mornidão espiritual, e espiritualmente cego e nu. Ele foi repreendido pelo Senhor. Assim, porque és morno, e não és frio nem quente, vomitar-te-ei da minha boca. Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu; Apocalipse 3:16,17

Concluo esta Palavra lembrando-me do que diz a Bíblia:
Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará. Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? Ou, que daria o homem pelo resgate da sua alma? Marcos 8:35-37
Irmãos amados, vamos lutar pela nossa fé comum. Vamos preservar em Cristo a nossa salvação. Jesus está voltando. Maranata ora vem Senhor Jesus

Pastor José Mário da Silva em 07.03.2017

http://paodoceueaguadarocha.blogspot.com.br/


terça-feira, 14 de março de 2017

Nossas obras e o teste de Qualidade

Nossas Obras e o Teste de Qualidade
Segundo a graça de Deus que me foi dada, pus eu, como sábio arquiteto, o fundamento, e outro edifica sobre ele; mas veja cada um como edifica sobre ele. Porque ninguém pode pôr outro fundamento além do que já está posto, o qual é Jesus Cristo. E, se alguém sobre este fundamento formar um edifício de ouro, prata, pedras preciosas, madeira, feno, palha, A obra de cada um se manifestará; na verdade o dia a declarará, porque pelo fogo será descoberta; e o fogo provará qual seja a obra de cada um. Se a obra que alguém edificou nessa parte permanecer, esse receberá galardão. Se a obra de alguém se queimar, sofrerá detrimento; mas o tal será salvo, todavia como pelo fogo. 1 Coríntios 3:10-15
 É importante lembrarmos que em primeiro lugar está Deus e depois a sua obra. Não podemos fazer a obra de Deus sem Deus, excluindo Deus. Sem Ele nada poderemos fazer. Infelizmente tem muita gente boa e com boas intenções complicando isto. Se lançam em fazer a obra de Deus, sem ter a autorização do próprio Deus para executá-la. São obras feitas de maneira autônoma, sem a aprovação de Deus, do jeito e do gosto da pessoa sem levar em conta o que Deus está achando disto. A Obra de Deus deve ser feita em obediência a uma ordem dada pelo próprio Deus, para que tenhamos legitimidade ao fazê-la..[-
As obras que fazemos para o Senhor e em nome do Senhor, não podem ser feitas de qualquer maneira.
Maldito aquele que fizer a obra do Senhor fraudulosamente; e maldito aquele que retém a sua espada do sangue. Jeremias 48.10

A Obra também, não pode ser feita usando um material qualquer. Não podemos usar material descartável.
Quem faz a obra do Senhor precisa ter sabedoria para escolher o material a ser utilizado.
Não pode ser material perecível e nem inflamável, pois não suportará a prova do fogo. Precisa ser de material de boa qualidade e durável. A obra que fazemos para o Senhor mostrará a todos, aquilo que está dentro de nossos corações. Somos conhecidos pelos frutos que produzimos enquanto que pelas obras que fazemos evidenciamos a nossa fé.
Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e nào lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras. Tiago 2:14-18

Através da Obra realizada as pessoas nos julgam e conseguem perceber se a fizemos por amor ou por obrigação. Para aparecer ou por competição. Para provar aos outros que somos capazes de fazer. O Senhor conhece as nossas obras e os nossos corações. Ele sabe com que espírito a obra foi feita. Ele conhece o tipo de material que utilizamos na obra. Para que não haja nenhuma dúvida quanto a isso, Deus irá provar a obra de cada um no fogo. A obra que resistir ao fogo será aprovada. Não haverá nenhum tipo de preferência. A Obra de todos, enfrentará o mesmo teste. Se a obra não for destruída pelo fogo, a pessoa receberá galardão. Receberá os parabéns do Senhor Jesus e as honrarias que se dá aos vitoriosos. Prêmios, presentes, condecorações. As obras de quem não resistir ao fogo, este tal não receberá galardão nem o reconhecimento do Senhor. Porém, a pessoa será salva, exatamente como alguém que é salvo de um incêndio. Fazer a obra do Senhor em todo o tempo nunca foi fácil. Sempre houve e haverá àqueles que se levantam para tentar impedir, como aconteceu com Neemias que teve que enfrentar as perseguições de Sambalate e Tobias. Eles querem se infiltrar em nosso meio, participar da nossa intimidade com Deus. Querem cultuar a Deus junto conosco e querem nos ajudar a fazer a obra que Deus tem nos mandado fazer. Como Neemias, temos que ter o discernimento de Deus para entender que tudo isto é uma armadilha de Satanás para nos impedir de fazermos a obra do Senhor.

Quando recebemos a ordem de Deus para realizarmos uma Obra acontecem muitas coisas:
Tem pessoas que ficam com inveja, achando que eles é que deveriam ter sido escolhidos para fazer aquela obra.
Tem pessoas também que procuram sair na nossa frente e fazer a obra primeiro do que nós.
Outros procuram nos menosprezar, diminuindo-nos. Dizem que não somos capazes de fazer a Obra. Que não temos condição nenhuma. Eles esquecem de uma coisa. Quando Deus chama, Ele capacita.
Outros querem nos dizer o que fazer e querem nos ensinar a fazer.
Outros procuram fazer de tudo para que desistamos de fazer a obra que o Senhor nos mandou. Eles dizem: Não é tempo. Pra que tudo isso? Ninguém vai de dar valor? Você vai perder o seu tempo e tantas outras coisas mais..
Porém, aquele que sabe em quem confia e tem certeza de seu chamado por Deus, enfrenta tudo isto com a ajuda do Senhor Jesus e realiza a Obra. Pois como disse Jesus. Sem mim nada podereis fazer.

Conclusão:
Aqueles que querem fazer a Obra do Senhor devem fazê-la por amor e com um coração voluntário. Com simplicidade e humildade. Porém com graça e ousadia no Senhor, para não deixar-se intimidar por nada. O Senhor estará conosco e nos ajudará a realizá-la, portanto, mãos a Obra. Em tempo, lembremo-nos que em primeiro lugar está Deus e depois a sua obra

Pastor José Mário da Silva em 14 de março de 2017

http://paodoceueaguadarocha.blogspot.com.br/

quinta-feira, 9 de março de 2017

A QUEM DEUS DÁ A VITÓRIA


A QUEM DEUS DÁ A VITÓRIA


‘ Mas graças a Deus que nos da a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo”     1 Co 15.57
O que é e como funciona a Fé
Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Porque por ela os antigos alcançaram testemunho.
Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente. Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala. Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus.
Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam. Hebreus 11:1-6

Como adquirir Fé
 De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.

Romanos 10.17

 

A Fé nos capacita a vencer o mundo

Porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo, a nossa fé. Quem é que vence o mundo, senão aquele que crê que Jesus é o Filho de Deus? 1 João 5:4,5


Quer vencer? Então tenha Fé

No Deus que você serve.
No Cristo que vai voltar para buscar a sua igreja
No Espírito Santo que Deus enviou para estar conosco, consolando, exortando, edificando e guiando em tudo.
Na Palavra de Deus que diz que: 8 Jesus Cristo é o mesmo, ontem, e hoje, e eternamente. Hebreus 13.8  Nunca mudou e jamais mudará. Ele pode realizar o milagre que você precisa.


Quer continuar sendo um vencedor? Então continue sendo fortalecido por Deus
Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece. Filipenses 4.13
Quem é fortalecido nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo,  Vence no monte, no vale, no deserto, na cova de leões, na fornalha de fogo ardente, e todo e qualquer obstáculo que porventura surja a nossa frente. Quem está fortalecido em Cristo, supera todos os sentimentos negativos tais como; o medo, o preconceito racial; a discriminação social e intelectual, as enfermidades, os desempregos, os traumas, os sentimentos de culpa, as frustrações, as amarguras as traições, invejas, ciúme e até mesmo o impossível.

Quer receber a vitória? Prepare-se para conviver com a vitória.
Aprenda a administrar a vitória. Saiba o que fazer quando Deus te der a sua vitória. As vezes a nossa vitória demora porque ainda não sabemos o que fazer com ela. Davi nos ensina como vencer e o que fazer com a vitória:
Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens a mim com espada, e com lança, e com escudo; porém eu venho a ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão, e ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça, e os corpos do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; e toda a terra saberá que há Deus em Israel; E saberá toda esta congregação que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; porque do Senhor é a guerra, e ele vos entregará na nossa mão. 1 Samuel 17:45-47
Que Deus em Cristo os abençoe abundantemente

Pastor José Mário da Silva


domingo, 5 de março de 2017

Vivendo o novo de Deus


Vestes Novas e Vinho Novo
Jesus é questionado pelos escribas e fariseus sobre jejum e oração:
1.       Os discípulos de João jejuavam e oravam
2.      Os discípulos dos fariseus também
3.      Os discípulos de Jesus apenas comiam e bebiam
As Respostas de Jesus sempre nos traz muitos ensinamentos:
1.       Pode porventura andar tristes os filhos das bodas, em quanto o esposo está com eles? Dias, porem, virão em que lhes será tirado o esposo, e em tão jejuaram.
2.      Isto nos leva a pensar o seguinte:
a.      Que para jejuar deve haver um propósito bem definido
b.      Que os fariseus oravam e jejuavam para demonstrar ser mais religiosos que os demais.
c.       Que os discípulos de Jesus não precisavam praticar o jejum, simplesmente porque Jesus estava entre eles.
d.      Que quando Jesus fosse tirado do meio deles, ai sim, eles teriam motivos de sobra para jejuar.
3.     O propósito do jejum não é forçar Deus a agir em nosso favor, e sim nos humilharmos quebrantados diante do Senhor como nos orienta Davi: “Os sacrifícios para Deus são o espírito quebrantado; a um coração quebrantado e contrito não desprezarás, ó Deus.”  Salmos 51.17
4.      “O nosso jejum não muda a Deus. Ele é o mesmo antes, durante e depois do meu e do seu jejum. Mas, jejuar mudará a mim e a você. Vai lhe ajudar a manter-se mais suscetível ao Espírito de Deus”. Há outros benefícios que decorrerão disto, mas esta é a essência do jejum. Marcos. 2.22.
5.      O jejum que Jesus propôs é o de Veste Nova e Vinho Novo
6.      Este jejum que Jesus propõe:
a.      Não pode ser com as vestes velhas e rasgadas da religiosidade judaica.
b.       Não pode ser remendado, isto é colocar pedaços de roupas novas em roupas velhas. As roupas velhas não resistiram.
c.       De igual modo, não se pode colocar vinho novo em odres velhos, pois os mesmo se romperão;
d.      Precisa haver uma coerência. Precisa haver um entendimento
7.      Jesus está a nos propor o novo. Jesus quer que nós vivamos o novo de Deus. Para isso é necessário:
a.      Nascer de novo – ser nova criatura
b.      Renovar a mente
c.       Andar no Espírito
d.      Ter o fruto do Espírito
e.      Amar a justiça e praticar a beneficência
f.        Esperar com paciência e com diligência a Volta de Jesus.
Amém.

Pr José Mário da Silva  


sexta-feira, 3 de março de 2017

Como aceitar a velhice em tempo de uma estética cada vez mais exigente

A difícil tarefa de aceitar a velhice
 “Ensina-nos a contar os nossos dias, de tal maneira que alcancemos coração sábio”.
Salmos 90.12
I – Sentimentos que aparecem na terceira idade
  1. O sentimento de não ser útil – não serve para nada
  2. O sentimento de ser um estorvo – só atrapalha
  3. O sentimento de ser descartável – colocar em um asilo
  4. O sentimento de solidão – todos da casa têm tempo para o cachorro, o papagaio, a televisão, o jornal, etc. só não se têm tempo para o ancião.
  5. O sentimento de não ser reconhecido – ninguém reconhece os esforços que fez.
  6. O sentimento de ser valorizado – ninguém valoriza a sabedoria do ancião
  7. O sentimento de ser desprezado – não se da a mínima importância para o ancião
  8. O sentimento de querer ser aquilo que era antes – voltar ao passado.
  9. O sentimento de não ser amado – ninguém faz uma demonstração de carinho
II – Como os nossos anciãos são vistos hoje:
  1. Como aquele que tem casa para abrigar os filhos e netos que perderam suas moradias
  2. Como aquele que tem renda (aposentadoria do INSS) para alimentar filhos e netos que fracassaram na vida
  3. Como aquele que tem crédito, para fazer empréstimo e prestações, para filhos e netos que estão em dificuldades.
  4. Como aquele que tem a obrigação de sustentar o vício de filhos e netos.
  5. Como aquele que tem tempo para cuidar de netos. Ser babá e leva-los para escola. Ou ficar com eles enquanto os filhos e noras trabalham.
  6. Como aquele que pode ir a qualquer lugar para resolver problemas de filhos ou netos, porque não pagam passagem e tem preferência no atendimento.
  7. Como aquele que tem disponibilidade para pagas contas em banco, aproveitando-se do atendimento preferencial.
III – Todos devem preparar-se para velhice
  1. A velhice não é uma maldição. É uma consequência do pecado de Adão
  2. A velhice deve ser vista como uma benção de Deus em nossas vidas.
  3. Chegar a terceira idade a alguns anos atrás, era um privilégio de poucos.
  4. Se não morrermos antes a velhice é certa, então preparemo-nos para vivê-la:
a)      Sem mágoas
b)      Sem revoltas
c)      Conformados
d)     Animados
e)      Alegres com o Senhor por nos estar concedendo tão grande privilégio
Conclusão:
Moisés entendeu que o contar os dias era uma excelente preparação para receber bem a velhice e conviver com ela.  Encontramos na Bíblia duas promessas exclusivas para a terceira idade:
1 Mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão. Isaías 40.31
28 E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. Joel 2.28
Visite o nosso blog

http://paodoceueaguadarocha.blogspot.com.br/

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Vale – Lugar de Superação para se obter mais de Deus,

Vale – Lugar de Superação para se obter mais de Deus
E chegou o homem de Deus, e falou ao rei de Israel, e disse: Assim diz o Senhor: Porquanto os sírios disseram: O Senhor é Deus dos montes, e não Deus dos vales; toda esta grande multidão entregarei nas tuas mãos; para que saibas que eu sou o Senhor. 1Reis 20.28

Introdução: No vale:
A nossa vulnerabilidade é exposta.
Não temos lugar para se esconder.
Somos expostos a humilhação
Somos atacados de tudo quanto é lado
Aprendemos a ser pacientes, persistentes e perseverantes
Aprendemos a confiar em Deus
Aprendemos a depender de Deus

As Experiências de Abraão no vale de Gerar
E aconteceu naquele mesmo tempo que Abimeleque, com Ficol, príncipe do seu exército, falou com Abraão, dizendo: Deus é contigo em tudo o que fazes; Agora, pois, jura-me aqui por Deus, que não mentirás a mim, nem a meu filho, nem a meu neto; segundo a beneficência que te fiz, me farás a mim, e à terra onde peregrinaste. E disse Abraão: Eu jurarei. Abraão, porém, repreendeu a Abimeleque por causa de um poço de água, que os servos de Abimeleque haviam tomado à força. Então disse Abimeleque: Eu não sei quem fez isto; e também tu não mo fizeste saber, nem eu o ouvi senão hoje.E tomou Abraão ovelhas e vacas, e deu-as a Abimeleque; e fizeram ambos uma aliança. Gênesis 21:22-27

As Experiências de Isaque no vale de Gerar
Deus aparece a Isaque e ordena-lhe que não desça ao Egito, mas que habite ali em Gerar, pois Deus era com ele. Isaque obedeceu e foi grandemente abençoado por Deus. De igual modo, todos os que obedecem a Deus são abençoados por Ele. Gênesis 26.1-6,12-15
Todo aquele que recebe as bênçãos de Deus, sem que o queira, suscita inveja naqueles que não desfrutam das mesmas bênçãos. Por isso os filisteus preferem convidar Isaque a se retirar deles. 
Disse também Abimeleque a Isaque: Aparta-te de nós; porque muito mais poderoso te tens feito do que nós. Então Isaque partiu dali e fez o seu acampamento no vale de Gerar, e habitou lá. Gênesis 26.16,17

Desentulhando os poços que Abraão, seu pai, havia cavado.
Eseque, o poço da contenda.
Alguém pode até pensar! Se os filisteus haviam botado pedras sobre a contenda, porque Isaque foi reabrir o problema? Porque não deixou quieto? Eu entendo que Isaque estava seguindo os passos de seu pai Abraão. Ele queria resgatar o legado de seu pai e por isso queria corrigir algumas questões que estavam em aberto. A contenda cessou, mas não foi aniquilada, estava tão somente entulhada. Mas ao desentulha-la Isaque tem a oportunidade de trata-la. Ele sabia qual o motivo da contenda, era o poço. Por isso abriu mão dele. Daí, não havia mais motivo para contenda.
Falando em águas de contenda, não podemos nos esquecer da experiência marcante de Moisés com este tipo de água. Ele entrou na provocação do povo e perdeu o direito de entrar em Canaã. Cuidado com as contendas, Números 20.11-13

Sitna – o poço da Inimizade - Gênesis 26.21
Outro poço que precisa ser desentulhado em nossos corações, a inimizade. Ignorar a inimizade ou conviver com ela é mantê-la entulhada. Mas mesmo assim ela continua a existir. Quando desentulhamos o poço a inimizade podemos tratar a questão abrindo mão daquilo que provocou a inimizade. E foi exatamente isto que Isaque fez. Lembremo-nos dos ensinamentos de Jesus que disse:
E, ao que quiser pleitear contigo, e tirar-te a túnica, larga-lhe também a capa; E, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Mateus 5:40,41 Evitemos pois a inimizade

Reobote o poço do alargamento - . Gênesis 26.22
Isaque venceu os seus inimigos não pelo cansaço, mas por procurar a paz com todos. O resultado foi o alargamento de seus limites como vai nos dizer o profeta Isaías:
Amplia o lugar da tua tenda, e estendam-se as cortinas das tuas habitações; não o impeças; alonga as tuas cordas, e fixa bem as tuas estacas. Porque transbordarás para a direita e para a esquerda; e a tua descendência possuirá os gentios e fará que sejam habitadas as cidades assoladas. Não temas, porque não serás envergonhada; e não te envergonhes, porque não serás humilhada; antes te esquecerás da vergonha da tua mocidade, e não te lembrarás mais do opróbrio da tua viuvez. Isaías 54:2-4

A subida a Berseba. Gênesis 26.23-25
Chegou a hora de Isaque cavar o seu próprio poço, mas para isso teve que tomar certas atitudes:
Saiu do vale foi para Berseba, lugar de seu nascimento
O reencontro com o Senhor
O Senhor reafirma, renova o concerto feito com Abraão e a sua descendência.
Isaque edifica um altar
Isaque invoca o nome do Senhor
Isaque arma sua tenda ao lado do altar
Enquanto isso um novo poço está sendo cavado

Berseba – O Poço do Juramento - . Gênesis 26:26-33
No início do capítulo 26 de Gênesis Deus ordena a Isaque que não desça ou Egito, mas que habite em Gerar. Deus diz a Isaque que era com ele e o faria prosperar naquela terra. Deus cumpre sua promessa e em meio uma crise seríssima naquela região, Deus cumpre a sua promessa e em um ano faz Isaque ser o mais prospero da região. Os filisteus com inveja da prosperidade de Isaque convida-o a retirar-se, para o vale, tornando sua vida difícil. Mas agindo Deus quem impedirá? Os filisteus reconheceram que era Deus que fazia Isaque prosperar. Como todo mundo quer estar bem com quem é especial para Deus, os filisteus não eram diferentes, se humilharam e foram procurar fazer as pazes com Isaque. Uma nova aliança é feita, um novo juramento é proclamado e por conta disso o nome do poço que acabou de ser cavado dando muita água recebe o nome de Berseba, poço do juramento. Este fato nos serve de lição. Se quisermos ter mais de Deus, devemos perdoar os nossos inimigos, para que dentro de nós jorre não as águas da contenda ou as águas da inimizade, mas as águas do perdão, que proporciona uma nova aliança, um novo concerto. Amém
Pastor José Mário da Silva
http://paodoceueaguadarocha.blogspot.com.br/

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

A Igreja diante do Altar do Senhor

A Igreja diante do Altar do Senhor
Efésios 5. 22

Introdução:
Convido aos presentes nesta noite, a visualizarmos um casamento acontecendo na Igreja. A entrada do cortejo nupcial, o noivo no altar esperando a noiva. E o momento aguardado por todos: A entrada da noiva. Depois vamos comparar este ato com Jesus Cristo no Altar, esperando a entrada da sua Noiva amada, a Igreja.

I – Como tornar uma donzela plebeia numa noiva de família real:
1.   Cristo é a cabeça da Igreja, sendo ele próprio o salvador do corpo.
2.   A igreja está sujeita a Cristo. As mulheres sejam em tudo sujeitas a seu marido.
3.   Cristo amou a igreja.
4.   E a si mesmo se entregou por ela com os seguintes propósitos:
5.   Para santificá-la, purificando-a com a lavagem da água, pela palavra
6.   Para apresentar a si mesmo igreja gloriosa, sem mácula, nem ruga, nem coisa semelhante, mas santa e irrepreensível.
7.   O Senhor alimenta e sustenta a igreja.
8.   Grande é este mistério a respeito de Cristo e da Igreja.
a)   O noivo, Jesus Cristo, é rei.
b)   A noiva a Igreja, e plebeia.
c)   Surge um impasse – o julgo desigual.
d)   Para se casar o noivo terá que abrir mão de seu trono, das suas vestes reais, de sua autoridade e de muitas coisas mais. Resumindo, terá que se tornar um plebeu também.
e)   O noivo, no entanto, está decidido. Ele ama e muito a sua noiva e está disposto a se sacrificar por ela, até mesmo dar a sua vida por amor a ela.
f)    E é exatamente o que Jesus Cristo faz. (Deixou o seu trono de gloria.... Se isto não for amor isto não é real, não há estrelas no céu, as andorinhas não voam mais)
g)   Isto não é um conto de fadas. É real. Jesus a si mesmo se entregou para tornar a sua noiva, uma princesa,
h)   Ele faz com que sua noiva seja gerada novamente, de semente incorruptível.
i)     Ele a santifica (separação) purifica, lavando-a com o lavar regenerador da palavra.
j)     A noiva agora é santa, é pura é princesa pronta para ser desposada pelo noivo.
k)   O noivo fez com sua noiva uma aliança de sangue (sangue do novo testamento)
l)     O noivo se ausentou, foi preparar lugar – Preparar a casa da sua amada morar.
m) O noivo vai voltar, porém a sua noiva não sabe quando. Na aliança que fizeram, ele disse que ela deveria estar sempre pronta, porque a qualquer momento ele voltaria e o casamento aconteceria.
9.   O Dia esperado: o Dia do Encontro do Noivo com a Noiva Amada No altar
10.               O Noivo em seu traje de gala.
11.               A noiva com o seu tradicional vestido branco longo de cauda; o véu; a grinalda; as luvas; os sapatos brancos e o buquê.
12.               Os convidados
13.               Os padrinhos do Noivo (amigos do noivo)
14.               As madrinhas da noiva ( as amigas da noiva)
Conclusão:
Quando meditamos no casamento de Ester e Assuero e analisamos o processo pela qual Ester passou, pois ela foi trazida para o palácio do rei Assuero, juntamente com outras donzelas para ser cuidada e preparada para se encontrar com o rei (  E, chegando a vez de cada moça, para vir ao rei Assuero, depois que fora feito a ela segundo a lei das mulheres, por doze meses (porque assim se cumpriam os dias das suas purificações, seis meses com óleo de mirra, e seis meses com especiarias, e com as coisas para a purificação das mulheres), Ester 2.12 , vem em nossa mente o processo de escolha e preparação da Igreja para encontrar-se com o Noivo Jesus por ocasião do Arrebatamento da Igreja e em seguida as Bodas do Cordeiro, que marca a união eterna de Cristo com a Igreja, pois nesta união a morte não tem poder de separar
Deus em Cristo vos abençoe.
Pastor José Mário da Silva